segunda-feira, 10 de maio de 2010

"Pagar nunca é demais" para empresa-escola, claro!


Fonte: http://blogdamartabellini.blogspot.com/2010/05/escolas-bah.html

Escola de R$ 1.700 aconselha aula particular em SP

Folha on Line

A coordenação da escola Móbile, na zona sul de São Paulo, que cobra mensalidades de R$ 1.700, recomendou que a mãe de um aluno de 12 anos pagasse um professor particular para ensinar o filho as matérias vistas na escola, informa reportagem de Talita Bedinelli, publicada na edição deste domingo da Folha
O Conselho Nacional de Educação e o Procon dizem que a indicação de professor particular é irregular. Mas as escolas privadas a fazem com frequência.
A coordenadora da escola indicou para a mãe o nome e o telefone de um profissional que cobra R$ 70 a hora. "É uma pessoa que trabalha com a escola há muito tempo, que ajudará no reforço e na organização dele", ouviu.
O fato foi confirmado à Folha por três professores particulares, indicados por escolas caras da cidade. Com mensalidades que superam os R$ 1.000, Santa Maria, Mater Dei e Lourenço Castanho estão na lista.
Os colégios particulares afirmam que só fazem o encaminhamento em último caso. Não foi o caso da mãe ouvida pela Folha. A recomendação da Móbile foi feita antes mesmo de as primeiras notas do ano saírem.
************************************
COMENTÁRIO de Marta Bellini: a criança é sempre culpada! Doque? de qualquer coisa. Inclusive de pagar a escola. Eita, escolas, sô!

Um comentário: